Restaurante Arola Vintetres

O Arola Vintetres foi uma excelente escolha para um final de viagem. Estávamos cansados e queríamos comer em algum lugar próximo do hotel, o problema é que estando nos Jardins qualquer opção pode custar a viagem inteira. Por isso dei uma pesquisada rápida nos sites da Veja e no Trip e escolhi este restaurante que fica no topo do Hotel Tivoli.
Acho que não se trata de um restaurante conhecido ou visitado por muitas pessoas, então quem mais desfruta são os hóspedes, o taxista nem sabia que existia mas quando eu falei do Hotel, ele respondeu: ah, o Tivoli é aqui pertinho...
Primeiro deixa a jeca aqui dizer que o Tivoli é o hotel mais chique em que já entrei, passando pela recepção e até o elevador! Se eu tivesse noção teria usado uma roupa melhozinha

Segundo que desde o momento em que eu cheguei no 23º andar do prédio que eu pensei: "Me ferrei! Pesquisei errado e este jantar não vai sair por menos de R$700,00!..." 
Pelas fotos ruins (uma característica da minha pessoa) não dá pra ter noção de como o lugar é legal, mas quando o marido entrou acho que ele teve a mesma impressão que eu pois ele foi o primeiro a se manifestar verbalmente: "Já estamos aqui mesmo..." kkkkkkk
Após passarmos por vários ambientes interessantes, alguns com poltronas grandes, outro com uma mesa enorme, e ainda o Bar, a  recepcionista nos colocou em uma mesa de frente a uma parede envidraçada de onde tínhamos uma excelente visão da cidade, sentar ali já estava sendo um investimento...
A someliê veio em seguida nos explicar o conceito do local: é o primeiro restaurante nas Américas do chef espanhol Sergi Arola, cujos pratos mais famosos são "tapas Gourmet" cuja origem é espanhola e tratam-se de porções pequenas que podem ser comidas com as mãos - firger foods. Sendo que há também vários pratos principais na forma mais tradicional entretanto o garçom nos informou que muita gente nem chega a pedir o prato principal, fica só nas Tapas mesmo, 
Tratamos logo de pedir as famosas Batatas bravas que é o prato mais consagrado do local e premiado com duas estrela no guia Michelin, uma das publicações gastronômicas mais importantes do mundo.
E gente, o que era aquele prato tapas? Uma explosão de sabores na boca da gente... Batata é sempre bom né? Mas aquela harmonização de sabores é mais que comida, é experiência de vida...
Depois ficamos curiosos para conhecer mais uma tapa, talvez não tão famosa como a primeira, então pedimos as asinhas de frango. Elas são fritas e vem marinadas no molho (muito) picante e servidas com creme de iogurte. Em que pese elas não terem me feito tão felizes quanto as batatas e além disso ter pimenta demais para o MEU gosto, a mistura com o creme de iogurte é algo que valeu a pena experimentar...
A esta altura Marcones eu já estávamos quase satisfeitos (andam comendo pouco essas duas crianças), mas resolvemos não ficar só nas tapas, queríamos provar um dos pratos da casa e pedimos um para dividir. Enquanto esperamos aproveitei para ir ali no banheiro, ver como era e bater fotinha né rsrs
Ele era estreito então não deu pra aproveitar muita coisa da foto, mas tinha uma iluminação difusa como os demais ambientes do restaurante
Apesar da fome já não estar mais brava como as batatas, curtir  o momento nos fez esquecer de bater foto do prato que pedimos: Arroz cremoso de lagosta como o da foto acima. Achei interessante que cada prato é servido em um recipiente diferente, a mesa ao lado tinha pedido uma salada e achei muito interessante a "bacia", o arroz também vinha num prato enorme e diferente, apesar disso a quantidade da porção me decepcionou e o sabor não me despertou nenhum emoção. Um arroz com lagosta e nada mais.
Ainda assim eu não precisaria de mais nada para sair de lá feliz, mas um outro rapaz que nos atendia ( na verdade eu não sei se ele é que era o someliê ou a moça que nos atendeu primeiro) nos disse que ficaria muito magoado se não pedíssemos a sobremesa, então pra não "decepciona-lo" como adoro surpresas, pedimos o "Dulce Arola" que são três pequenas sobremesas à escolha do Chef...
Não me lembro exatamente de cada uma delas, mas acho que uma tinha chocolate branco abacaxi e rum, a segunda realmente não lembro pois não gostei dela, e a minha preferida tinha uma casquinha parecida com a do Crème Brulée...
Talvez você esteja curioso para saber se deixei os rins como garantia de pagamento? Até que não, posso dizer que super valeu a experiência...

Arola Vintetres
Alameda Santos 1437 - 23 andar do Tivoli Hotel - Mofarrej
Jantar de Segunda a sábado - das 19:00 as 23:00



Beijocas

Blogs acabam por falta de tempo ou por falta de amor?

Se você "fizer uma ronda" por vários blogues vai descobrir que muitos estão paralisados. Se fossem uma casa estariam cheios de teia de aranha. 
Sim a falta de tempo é o motivo principal e realmente é muito relevante, falta de tempo atrapalha quem posta no blogue e quem lê o blogue, afinal eu também sou seguidora de muitos blogues e vejo como é impossível acompanhar e ler tudo que é postado.
Acontece que se o motivo para um blogue deixar de ser atualizado é a falta de tempo, sinto dizer que o blogue não é a prioridade pra sua dona, e isso não é demérito para ninguém, afinal todo mundo tem ocupações - principalmente quem tem algo interessante a dizer - se não tem filhos ou marido, tem emprego, tem estudos, academia, igreja... ou tudo isso junto, e que requer cuidado e atenção, aliado ao fato de que a maior parte dos blogues do mundo não são rentáveis, então são apenas um hobby mesmo, mas hobbys é coisa que demanda tempo livre, então já viu né...
Eu arrisco dizer que todo mundo que abre um blogue hoje em dia não pensa nele apenas como um hobby mas tem a esperança de que ele vai fazer sucesso e ser lido por milhares de pessoas, se não para ganhar dinheiro, quem sabe para ter o reconhecimento.  
Mas no meio do caminho quando perceberem que isso não acontece pra todo mundo e nem mesmo pra muita gente vão desistir por "falta de tempo",  afinal tem "N" coisas que demandam nossa atenção e são prioritárias, o blogue vai ficando de lado...

O meu Mundo existe com postagens regulares desde 2011. Muitos blogues em tempo muito menor que esse já alcançaram fama e reconhecimento (o meu não rsrs). Eu não sei o segredo! Bom conteúdo, bom layout são importantes mas não são suficientes, tem muito blogue por aí que tem isso e bem mais e é totalmente desconhecido... Mas não há um dia que eu pense neste blogue em que eu não considere a ideia de encerrar ele de vez. Eu, como você deve imaginar, preciso dar prioridade pra outras áreas na vida. Eu não tenho tempo sobrando também não. E olha: desde 2011 até hoje e ele não cresceu tanto em relação a outros, desde 2011 e poucas curtidas, poucos seguidores, poucos comentários... isso desencadeia uma série de sensações na minha auto-estima "acho que me detestam", "acho que devo ser só mais uma chata" e mais um tanto de "acho"... 
Mas essa é a parte de mim que grita "queria ter reconhecimento!"  E se não fecho o blogue é porque tem também a parte "meu blogue, meu hobby" que não deixa. Eu sei que me arrependeria por uma série de razões:
1- Por que de não sei quantas pessoas que não leem tem uma que lê e vez ou outra diz: acho teu blogue muito legal!
2 - Por que de não sei quantas pessoas que apenas visualizam a publicação no face tem um tantinho que curte e entre estas acho que alguma clica no link pra ler o blogue.
3 - Por que de não sei quantas pessoas que entram no Meu Mundo e leem as postagens, algumas como a Telma Maciel, a Adriana Balreira, a Monalise Nogueira, a Aziza, a Dani, a Kellen Bittencourt, a Adriana Higino, a Tayná Cristina, a Nádia... todas essas blogueiras também, algumas mães, donas de casa e outras coisas, tiram tempo para comentar mesmo que eu, mal agradecida, nunca comente lá no blogue delas... Isso sem falar das outras que não são blogueiras mas nem por isso menos ocupadas. não é Verícia?
4 - Por que tem alguma coisa no blogue que tá sendo clicada pelo menos 400 vezes por dia.
5 - Por que tem uma moça que me parou no corredor do trabalho pra dizer que fez uma das receitas do blogue e a família adorou (mérito maior é da Erica), e nem esqueci da outra que fez a receita e ainda postou no instagram dando crédito pro blogue. 
Puro amor por gente assim...
6 -  Por que desde o ano passado o meu blogue deixou de ser o meu diário, onde posto só o que gosto e o que me interessa, para ter também a colaboração de outras meninas com quem troco ideias, que me ajudam a superar a falta de tempo para poder ter regularidade nas postagens.

Eu sei que ninguém tem tempo sobrando pra ler um textão como esse, hoje em dia a maior parte da galera prefere os vídeos (eu prefiro ler mesmo), mas se você chegou até aqui você poderia ser acrescentada como o motivo 07.
Este blogue poderia até parar por falta de tempo mas o motivo mais forte que vai fazê-lo parar é a falta de amor, então por isso, creio que ele irá sobreviver por mais algum tempo...


Beijocas

Repeteco: Maria Filó pra C&A !!!

Mais uma vez Maria Filó para C&A. 
Em 2012 a marca apresentou uma coleção que foi só sucesso.
E agora a coleção vem que vem que vem com tudo !!!
 Nas lojas HOJE dia 19/5. 










A coleção traz tricôs, quimonos, vestidinhos, calças de alfaiataria, camisetas, acessórios como bolsas, cintos, calçados e também peças íntimas. 









Estilosas, não percam! Vale a pena conferir a coleção inteira !!!
Beijocas e até o próximo post!!!!

Cantina Dom Pepe Di Napoli - Moema

Depois de uma tarde de "intensivos protestos" na Avenida Paulista, eu precisava mais era uma boa pasta que de comida boa, e ainda sentindo o sabor de havíamos comido no sábado, conforme já contei aqui, resolvemos escolher mais uma Cantina para ir, desta vez escolhemos a Dom Pepe Di Napoli que trata-se de uma rede com mais de 30 anos de experiência e que possui várias bandeiras espalhadas por São Paulo.
A unidade que visitamos foi a do Bairro Moema, na verdade também tem um nos Jardins mas por um erro de GPS, falta de informação, o taxista levou a gente super longe...
Aceitamos o couvert que é bem simples: Pão italiano, Azeitonas e manteiga. Mas gente deixa eu falar: Que manteiga deliciosa essa que eu não conhecia? 
Em seguida fomos para o prato principal que também dividimos: desta vez um Carbonara, só pra ver se eles sabiam fazer tão bem quanto o meu marido faz aqui em casa rsrs
Sim, a massa estava visivelmente e realmente muito gostosa, mas sabe que não senti aquele gostinho de massa artesanal como senti no C que sabe? Acredito que pelo fato de tratar-se de uma cadeia de restaurantes, o método de fabricação, manuseio ou sei lá o quê tenha que ser diferente.
As paredes do restaurante são todas neste tom de verde e outras com tijolinhos, decoradas com vários quadros de filmes italianos.
 Algumas poucas paredes também possuíam esta cor vinho para contrastar com o verde, nesta quadros com cadeados e chaves antigas. Nas mesas toalhas quadriculadas. Me senti como numa cantina italiana verdadeira! #mentirapoisnuncafui
Caminho para o banheiro este corredor (não gostei) uma pena que na foto não dá pra ver minha cara  linda e mijona
Brincadeira né gente? Vocês sabem que eu só vou no banheiro pra bater foto rsrsrs
Não gostei muito não mas as paredes seguem como no restante do restaurante.
 
Bom, gostei, mas se eu tivesse que repetir mais uma vez a experiência cantina com certeza seria a C...Que sabe. Mas a noite de segunda-feira reservava outras surpresas... Como passei o dia seguinte feito barata tonta e almocei em um restaurante japonês que não tem post programado, no sábado que vem eu conto a ultima parte relacionada a comida durante a estadia em Sampa...
 
 
Várias unidades em bairros diversos em São Paulo
Abre almoço das 12hs às 15hs e Jantar das 19hs às 01h
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

receba nossas atualizações do facebook, curta nossa página clicando no botão

Powered By | Blog Gadgets Via Blogger Widgets

Categorias

Visualizações

Arquivo