Dois restaurantes (com banho) para visitar em Belém

No feriado do início de junho, aproveitamos para conhecer dois restaurantes muito comentados aqui em Belém, mas que devido à distância ou logística nunca tínhamos coragem de ir visitar. Como logo em seguida começaram os preparativos e a viagem a Miami, só hoje estou conseguindo contar os detalhes destes passeios.
Logo na quinta feira pegamos os meninos e partimos co destino ao Celeiro, um lugar bem legal com alimentos orgânicos, muitos bichos e que fica a 10 km de Castanhal cidade próxima à nossa. Mas nos esquecemos que devido ao feriado muitos locais partem em direção à Salinópolis a cidade com mar mais próxima de Belém, por isso o trânsito estava terrível no mesmo caminho que queríamos seguir, por isso desviamos a rota e fomos até o Restaurante Rural Terra do Meio, que há tempos falávamos, chegando lá fiquei encantada com a beleza do local e o cuidado: uma pena que não saímos prevenidos pois o banho ali parece ser delicioso, além dos passeios de canoa. 
A verdade é que quando postei a foto no instagram eu recebi alguns comentários de pessoas que teriam ido há alguns anos lá e odiado: muitas moscas, comida muito cara e que demorou a sair... Mas parece que a administração mudou, pelo menos nós até nos espantamos como o peixe que pedimos saiu tão rápido, e moscas não haviam mas também pode ser o período do ano...
Mas enfim, agora me pareceu ser um local muito limpo e bem cuidado que com certeza quero voltar a visitar, pra tirar a prova se foi sorte nossa comida ter saído tão rápido rsrs
No sábado fomos para o lado oposto: pegamos um barquinho na Praça Princesa Isabel que fica no final da Av. Alcindo Cacela e lá fomos nós com amigos para a Ilha do Combú, o nosso destino: o famoso Saldosa Maloca.
A viagem em si é uma pequena aventura para os nossos pequenos, mas o local não favorece o banho pra eles não, a não ser que seja um chuveirão que tem ali, e também não há grandes entretenimentos, mas o ambiente é bem legal, recomendo chegar cedo pois após o meio dia a casa começa a encher e o calor também não dá trégua 
 
Por mais que eu tenha dito que o local é com banho neste já não me atreveria a entrar na água que parece ser bem funda, e não há estrutura para o banho, mas também tem chuveiros no local pra quem quiser apenas se refrescar.
A comida saborosa! Principalmente o tambaqui assado, acho que o melhor que já provei em restaurantes do tipo. 
Passamos um bom tempo lá, onde também tem um local de venda de souvenirs e chocolate feito de puro cacau do Combú, dizem que Alex Attala compra os chocolates de suas receitas lá nesta ilha...
A volta também é uma atração é? Então bora posar... 
Com certeza também quero voltar, principalmente pelo peixe!!!


Beijocas

Hotel Banana Bay em Key West

O segundo hotel em que ficamos em nossa viagem foi na cidade de Key West, aliás, deixa eu falar um pouco dela: que cidade linda!!! Sem contar que o caminho pra chegar até ela já é uma atração: uma estada feita em grande parte de pontes. Meus parabéns pros americanos que fizeram aquilo no meio do mar enquanto a gente tá sofrendo com a buraqueira em plena capital #choremos. Mas deixa isso pra lá...
Se me perguntarem se de fato vale a pena ir até lá, eu direi: Super!!!! Eu achava que seria um lugar pra ir uma vez e riscar da lista, mas um dia foi pouco, já quero voltar! 
Nós chegamos por volta das cinco e já fomos nos instalar, antes de uma voltinha na cidade. Lembrando que na Flórida escurece bem tarde (lá pelas 21:00), então dá pra aproveitar muuuuito o dia. 
O Hotel não recebe menores de 18 anos, bom observar que são poucos hóteis na cidade que aceitam. E tem outra: os hotéis lá não são baratos. Foi bem suado conseguir encaixar Key West em um roteiro hiper-mega-econômico como o nosso: as melhores dicas sempre me direcionavam para diárias acima de 800 reais. Em todos os sites agregadores o Banana Bay sempre era a opção mais barata, mas as cíticas não eram legais... Mas na dureza, bora este mesmo, e seja o que Deus quiser!!! Mas a experiência não foi ruim, por isso achei importante vim fazer um post dele aqui.
Há opções de duas camas casal ou uma cama king, ficamos em um quarto próximo à piscina, e tinha escada, lembro de ter ficado em um hotel muito parecido em Paraty (pousada Rumo dos Ventos): Muito verde, um lago para pescar... na recepção me deram um mini mapa pra gente se situar.
Esse é o caminho da recepção até os quartos, mas o carro vai até lá, este momento da foto foi depois do passeio quando o deixamos estacionado e fomos a pé ao Taco Bel que fica bem em frente ao Hotel. 
Mas voltando a falar dos quartos, não são novos: O frigobar, por exemplo acho que é de uma fase próxima da segunda revolução industrial, mas funcionava! Além disso no próprio quarto tem cafeteira e café a disposição, além de microondas.
A cama era muito confortável: dormi muito bem em todos os hotéis em que estivemos. Esse dossel é um caso a parte né? Muito bonitinho, mas velhinho, não sei dizer se era amarelinho mesmo ou encardido do tempo rsrs, mas gostei muito do estilo, inclusive da cama que parecia bambu (só reparei agora olhando a foto kkkkk) 
O quarto também tinha esta comoda que comportava a tv, a mesa, em frente dela e ao lado da cama um sofá, ar condicionado e cortinas pra deixar o ambiente escurinho pra quem gosta.
Esse espaço com ferro e tábua de passar, espaço para pendurar roupas e cobertores sobressalentes fica em frente à porta do banheiro
Banheiro bem simples com piso e banheira antigos, secador e lenços à disposição
Amenities de banho básicas. 
Lembro que no outro dia fiz vários snaps e até um periscope pra mostrar o café e toda a área em volta, mas foto pro blogue que é bom, quem disse que lembrei? Tem essa aqui que postei no instagram e só! Mas deixa eu dizer... O café é bom, aliás na página da reserva nem falava que tinha café, mas foi o melhor que experimentei nos hoteis lá: tinha mufins, baguels e biscoitos de vários tipos, uma máquina pra que pudéssemos fazer o próprio Waffle, máquina com suco, e vários adicionais para o café ou para passar no pão/waffle. O ambiente é pequeno e muito aconchegante.
Esta foto eu tirei do lado de fora onde tem um lago enorme e há mesas para quem quiser tomar o cafe na área externa,  mas no dia estava chovendo um pouco. 
Nesta mesma área além deste coreto atrás de mim tem um jogo de xadrez daqueles com peças de mais ou menos 70 cm de altura. e a piscina fica em frente ao lago.


Queria que tivesse Wi-fi nos quartos pois só disponibilizam na area comum. 

Depois do café fechamos nossa diária mas a moça permitiu que deixássemos o carro no estacionamento. O plano era pegar um taxi até o centro mas nos empolgamos com o lugar, com as ruas e fomos andando, andando até que chegamos na Duval Street, resumindo caminhamos muitão este dia!!!
Almoçamos lá na Duval mesmo e no fim do dia pegamos um taxi pra ir buscar o nosso carro, então seguimos nosso caminho de volta pra Miami!!!


Como já disse acima, fiquei com vontade de voltar a Key West. Se me perguntarem se eu voltaria a ficar neste hotel, se eu tivesse aperriada de dindim sim, sem problema, mas se tiver uma folguinha, bora conhecer outro!!!!


Beijocas 

Minhas impressões sobre "Como eu era antes de você"

Eu queria escrever aqui sobre cada um dos livros e séries que eu assisto, amo falar sobre isso, sério, sou apaixonada!!! Mas por falta de tempo e medo de vocês acharem um pé no saco me contenho. 

Mas hoje vou escrever sobre este filme que queria assistir desde muito antes de ser lançado. 
Acho que devo ser a única pessoa do mundo que achou fraco o filme Como eu era antes de você; não, a minha amiga Bel que ela leu o livro, e assistiu o filme comigo também o achou decepcionante, então somos duas.
O filme é ruim? De modo nenhum, é um filme gostosinho de ver, comédia romântica, mais pra comédia que pra romântica. Acho que o meu nível de exigência ontem devia ter anormalmente mais alto,  fui levando lencinho para secar as lágrimas e... não teve lágrimas.
Gerliane coração duro? Não gente, sério, a Bel e eu somos super manteiga derretidas (A culpa é das estrelas que o diga...).
Ah vc já sabia do final? Sabia, mas eu sempre sei do final kkkkkk
Acontece que o que achei ruim mesmo é a adaptação para o cinema, é óbvio que eu não tô a fim de ouvir toda esta história que não dá pra colocar o livro todo na tela, que o diretor tem que fazer adaptações etc e tal... Já vi tantos filmes originados de livros do qual gostei, e esta adaptação não foi o caso.
Acho a história convincente, triste a vida de Will que antes era tão cheio de energia, ter se limitado a um cadeira de rodas e dores, mas, vamos ser práticos: de outro modo, como eles se conheceriam? Quanto à decisão dele de acabar com a vida, eu super entendo, não defendo, mas entendo... eu sei que há muitas pessoas que apesar das limitações escolhem lutar, e pra mim essas pessoas são heroínas, mas Will não quer ser herói, ele é apenas um ser humano. 
O livro tem tantas situações humilhantes para Louise que não foram mostradas no filme (ser preterida pela família em detrimento da irmã que dorme no melhor quarto, enquanto ela fica com o sótão, ter sido abusada quando era adolescente...) em uma cena ela fala "eu me tornei uma pessoa totalmente diferente por sua causa" mas não acho que essa transformação da personagem tenha sido devidamente explorada no filme
O que quero dizer com isso? a história é forte, o filme é que é fraco.
Amo Emilia Clarke o Sam Clafin (Daenery e Finnik, forever rsrs) e a atuação deles individual achei bem booa, mas apesar de várias cenas bonitinhas (ex.: ele dançando e saindo do casamento com ela em seu colo), o amor deles não me convenceu, nem mesmo ao som de Ed Sheeran e Don´t Forget About Me, de Cloves (achei essa linda!). A pergunta que fica (ou não?) devidamente respondida é: O amor vence tudo?
A melhor parte pra mim foi a pipoca e o trailer de o Bebê de Brigit Jones #jáquerover.
Não gente, isto foi brincadeira, pois como eu disse antes o filme é bonzinho, só não vá como muitas expectativas, principalmente se você leu o livro, aí sim acho que você vai gostar mesmo, e não sair com aquela sensação de que assistiu a sessão da tarde (Oi Lagoa Azul!!!).

Ah, os figurinos de Louise são os responsáveis pelas melhores cenas do filme (tanto na hora de rir quanto de suspirar como a do vestido vermelho, que me lembrou Uma linda Mulher), e sério gente, quem será que fez aqueles sapatos? Muita criatividade hahahaha

Apesar dos pesares, na hora que sair a parte II que a Jojo escreveu, estarei lá firme e forte com o baldinho de pipoca na mão, ainda não li nada sobre o livro mas acho que desta vez vai Louise, tô torcendo por ti amiga!!!


Beijocas

Hotel The President em South Beach, Miami

Recebi uma dica enquanto pesquisava hoteis em Miami Beach: o melhor é ficar entre as ruas 14 e 18. Quem gosta de agito gosta da Ocean drive, mas quem não suporta tanta farra prefere a Collins. Foi nesta rua que escolhemos nosso hotel, o The President, entre a 14 e a 15, do ladinho da Spanola Way a rua repleta de restaurantes espanhóis, e pertinho da Lincoln Road também. Em outra esquina tem uma Walgreens, pertinho também da loja Sixt onde alugamos o carro na terça para ir a Key West, então em resumo: Localização excelente! dá pra fazer tudo a pé. Até mesmo porque o Hotel não oferece garagem, então quem estiver de carro tem que pagar o estacionamento à parte. 
Entrei no hotel e fiquei olhando com cara de pateta pois não vi recepção, só o bar; é que a gente tem que virar para esquerda. Como todas as minhas reservas eu tinha feito pelo Booking e nunca tinha usado antes (mas gostei e ainda acumulei pontos para garantir a próxima viagem - SUPER DICA),  eles debitaram o valor no momento da reserva - é possível fazer reservas reembolsáveis mas este não foi o caso pois se tratava de uma promoção - e me assustei com o fato de que no Chekin - in, debitaram novamente. Mas descobri que é assim mesmo, e que depois é estornado, mas haja limite em cartão pra tanta garantia heim? Imagina o meu que é pobrim pobrim...
Sobre as instalações, primeiro vou falar do quarto que é a parte mais importante pra quem usa o hotel "só para dormir" como é o nosso caso (passear, passear e depois descansar). Eu gostei muito. Sério mesmo. Quarto e roupa de camas limpos, a cama bem confortável, muitos travesseiros, bem iluminado (super diferente do hotel em que fiquei a primeira vez - Shesterfield - legalzinho, mas um pouco mais distante também).
Achei descolada a decoração com estas bananeiras, fazendo um contraste com o lustre bem clássico, mas que acho lindo. E olha que legal: uma das paredes era só espelho!
Abraçada com "meus" travesseiros
Preste atenção ao fazer sua reserva: No The President, como na maior parte dos hotéis desta área, além da diária há um pagamento de uma taxa extra a título de Resort, não tem como recusar mas no caso deste hotel ela dava direito a toalhas para uso na praia (não usamos), um drink de boas vindas (não bebemos), e duas águas por diária (usamos né). 
O banheiro era pequeno mas já estive em menores (Fórmula 1 estou olhando para você), tinha água quente e fria (que demorei uma vida pra entender como funcionava, #gêsemcostume), secador de cabelo, amenidades de banho, que nada mais são que xampu, condicionador, sabonete... OK 
E nem podia esquecer de dizer: Wi-fi no quarto!!!!! Importante pois o outro Hotel em que ficamos em Miami também disponibilizava só que quando a gente entrava no quarto cadê que o sinal chegava? 
O café é o tal do continental: ou seja, nada demais, mas a primeira vez que fui em Miami, nem café o hotel tinha (e a diária é mais cara que deste): agora as opções eram: Muffins, bagels (um pão em forma de rosca, tradicional dos EEUU), banana, ovo cozido - inteiro e com casca - achei muito esquisito rsrs, café e uns incrementos: creme, capuccino, chá, cream cheese...), nada a ver com os mais simples hotéis do Brasil, cadê meu pão francês e meu ovo frito? E acreditem que o hotel em que fiquei depois que voltei de Key ainda conseguiu ser pior...
Enquanto eu procurava cheguei a fazer reserva no Beach Plaza e no Beach Plaza Villas que eu nem sabia da proximidade mas são estes dois do lado do The President. Por muito tempo eles estavam com as diárias mais baratas mas nos últimos dias apareceu uma promoção no The President, que não era reembolsável em caso de desistência mas o valor valia a pena, então fechei com este ultimo. Mas quem estiver pesquisando olha aí: acho que eles estão todos no mesmo nível, e quando é assim vou pelo mais barato mesmo kkkkkk.


Nas próximas postagens vou mostrar a vocês um pouquinho de Key West e do Hotel em que fiquei lá e o outro hotel em Miami que foi o mais baratex de todos: U$ 67,00!! Mas com os poréns que irei relatar...

Beijocas

Gosta da Natura? Sou uma consultora on line

Gosta da Natura? Sou uma consultora on line
Você pode comprar Natura na minha lojinha virtual, Quer desconto Só pedir!!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

receba nossas atualizações do facebook, curta nossa página clicando no botão

Powered By | Blog Gadgets Via Blogger Widgets

Categorias

Visualizações

Arquivo